A Bienal

O principal evento do mercado editorial nacional ganhou a sua primeira edição no Norte do país de 27 de abril a 06 de maio de 2012.

A 1ª Bienal do Livro Amazonas integrou o programa ‘Mania de Ler‘ do Governo do Estado do Amazonas, com patrocínio da Secretaria de Estado de Cultura do Amazonas, patrocínio da Visitação Escolar da Eletrobras, apoio cultural da Secretaria de Estado de Educação do Amazonas (SEDUC), apoio institucional do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) e realização da Fagga | GL exhibitions.

Foram 10 dias de evento, durante os quais o Studio 5 – Centro de Convenções reuniu 203.982 visitas, com 60 expositores e 89 livros lançados pelas editoras e livrarias.

Ao todo, durante a 1ª Bienal do Livro Amazonas, foram realizadas 96 sessões culturais e literárias, com 93 convidados – entre autores, mediadores, curadores e atores – que marcaram presença nos quatro espaços de atividades: Tacacá Literário, Livro Encenado, Floresta de Livros e Território Livre.

Com uma programação atraente e diversificada, a Bienal Amazonas foi diversão para toda a família!

Livro Encenado

Quando personagens ganham vida, entra em foco o Livro Encenado. Nesse espaço, o público teve a oportunidade de se aproximar de forma lúdica e encantadora do universo literário.

 

Cinco sessões compuseram a programação. Grandes atores apresentaram leituras dramatizadas de textos clássicos das mais importantes obras da literatura nacional.

 

Um dos principais nomes do teatro amazonense, a empresária, produtora e atriz Socorro Andrade foi a curadora do espaço Livro Encenado. Dentre os projetos criados e desenvolvidos por Socorro Andrade, destacam-se o “Livro Vivo”, que disseminou arte e cultura na capital amazonense. A encenação foi apresentada na 10º Bienal Internacional do Livro, no Rio de Janeiro, em 2001.